Categoria: Receber FGTS

Como pedir empréstimo consignado com FGTS

Saiba como funcionam as regras para solicitar empréstimo consignado FGTS pela Caixa

O empréstimo consignado ficou muito popular dentre os trabalhadores e beneficiários do INSS, uma vez que é mais simples o seu desconto: as parcelas são tiradas da folha do benefício ou do pagamento de forma automática.

Sendo assim, o cidadão não tem como deixar de pagar o empréstimo pedido: o próprio banco se encarrega de separar a parcela.

Contudo, há mais uma razão para os cidadãos escolherem o empréstimo consignado: a partir de agora, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pode ser utilizado como uma garantia.

A vantagem dessa possibilidade é que os juros mensais são mais baixos: devido ao FGTS como garantia, é menos provável que os bancos e financeiras fiquem no prejuízo e, por isso, não precisam cobrar tanto de juros.

A utilização do fundo de garantia no consignado ainda é nova e há cidadãos que não sabem das suas regras. Entretanto, toda a rede da Caixa Econômica Federal já está fazendo os empréstimos nessa modalidade.


Liberação do FGTS para empréstimo consignado

Essa liberação já estava sendo discutida há dois anos, mas tinha um sério impedimento: os bancos.

Apesar de o FGTS ser uma segurança (o trabalhador que está registrado tem esse depósito), os bancos ainda desconfiavam de que ele fosse mesmo ser uma garantia.

Porém, depois da autorização, são quase 37.000.000 de trabalhadores que podem fazer empréstimos dessa maneira, principalmente para quitar dívidas específicas e atrasadas.

Isso quer dizer que a economia poderá ter mais dinheiro em circulação e menos inadimplência.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a receber a correção do FGTS

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um benefício de todo trabalhador brasileiro, sendo que muitas vezes o profissional necessita entender muito bem todos os seus direitos, como, por exemplo, a atualização monetária que incide sobre esse fundo. Por esse motivo, é essencial que a pessoa saiba como receber a correção do FGTS para não ter prejuízo.

Para entender melhor como essa correção funciona, é importante entender um pouco mais sobre esse recurso. Primeiro, trata-se de uma decisão emitida pelo Supremo Tribunal Federal que, em 2014, analisou que a taxa referencial não era a mais apropriada para serem aplicadas nos recursos depositados no FGTS.

E justamente por causa dessa decisão que os trabalhadores podem, e devem, pedir a correção de valores través de revisão do Fundo de Garantia.

Essa taxa referencial é de 3% ao ano, sendo que depois da decisão do Supremo, passou-se a levar em consideração um percentual que fosse mais favorável para os trabalhadores, um bom exemplo é o Índice de Nacional de Preço ao Consumidor. Mas afinal, como pedir essa revisão e receber o valor devido?

Passo a passo para pedir a revisão do FGTS

Quem tem direito a receber a correção do FGTS

O primeiro passo para entrar com um pedido de revisão do FGTS é ter a certeza que o trabalhador possui esse direito. Estão inseridos nesse grupo pessoas que trabalharam de carteira assinada entre 1999 até 2013, sendo que mesmo que o trabalhador ou o aposentado pode pedir essa revisão mesmo que já tenha feito algum saque durante esse período.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a receber o FGTS

São diversas as situações em que o trabalhador tem direito a receber o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Desde 1988, o benefício engloba todos os aqueles que atuam pelo regime da Consolidação das Leis do trabalho (CLT). Antes disso o fundo era uma espécie de benefício facultativo para o empregador.

Vale lembrar que não somente os trabalhadores contratados pela CLT com carteira assinada podem receber o FGTS.

Outras classes como profissionais da área rural, autônomos e pessoas contratadas por prazo determinado também podem receber o benefício.

Quem pode receber o FGTS

fgts-quem-tem-direito

Como citamos, o FGTS consiste em um direito trabalhista garantido a todos os profissionais contratados pela CLT, tenham eles carteira assinada ou não.

O valor depositado mensalmente pelo empregador corresponde a 8% do valor do salário registrado na carteira ou no contrato.

Existem situações específicas em que o trabalhador tem direito ao benefício e pode sacar o FGTS acumulado pelo tempo de serviço:

  • Para aqueles que trabalham por tempo determinado, o FGTS é pago no término do contrato, juntamente aos demais direitos trabalhistas.
  • Para aqueles trabalhadores que forem contratados novamente com carteira assinada antes do prazo de três anos, os fundos disponíveis serão somados aos depósitos mensais do novo empregador. Apenas o saldo das contas inativas do FGTS por mais de três anos podem ser sacados.
  • Para aqueles que ficaram 3 anos ininterruptos sem depositar o FGTS, os valores que ficaram acumulados podem ser sacados a partir do mês de aniversário do trabalhador.

17 casos em que é possível sacar o FGTS

Para você compreender melhor, existem ao todo 17 possibilidades para sacar o FGTS.… Clique para ler o texto completo