Quem tem direito a receber o PIS/Abono Salarial 2019

O PIS, também chamado de abono salarial, é um benefício ao qual alguns trabalhadores têm direito. Ele é um programa de incentivo similar ao PASEP dos servidores públicos e tem como objetivo integrar o funcionário com o desenvolvimento de sua empresa. A intenção é criar incentivos para que o funcionário ajude a companhia a se desenvolver cada vez mais. Seu pagamento é de responsabilidade da Caixa Econômica, como veremos mais à frente.

Nesse artigo ensinaremos detalhadamente quem pode receber o benefício, como recebê-lo e documentos necessários para o saque. Continue lendo para ficar completamente informado sobre quem tem direito a receber o PIS/Abono Salarial 2019.


Quem pode receber o PIS / abono salarial?

Quem tem direito a receber o PIS/Abono Salarial 2019

Nem todo trabalhador é elegível para receber o benefício. Para que isso seja possível é preciso que o funcionário tenha pelo menos 5 anos de cadastro no PIS. O PIS é a sigla para Programa de Integração Social e é um direito de todo trabalhador que tem carteira assinada.

Ele não só garante o acesso ao abono salarial, mas também a diversos outros direitos como o seguro desemprego. Portanto se você ainda não tem cadastro corra atrás, pode fazer a diferença na sua vida de trabalhador.

Quanto ao abono salarial, o trabalhador precisa:

  • Exercer atividade remunerada por pelo menos 30 dias no ano vigente para uma pessoa jurídica;
  • Receber uma média salarial de 2 salários mínimos ou menos durante o período trabalhado.
  • Ter o nome no RAIS (relação anual de informações sociais) feito pelo empregador no ano anterior.

O ideal é que o trabalhador confira se pode ter direito ao abono salarial antes de ter início o período de pagamentos. Assim consegue garantir os documentos necessários para retirar o valor do PIS. Também é possível consultar o site do PIS para mais informações sobre o benefício, valores, quem pode receber e afins.


Como é calculado o valor do pagamento

O valor máximo do abono salarial é de um salário mínimo, mesmo assim nem todo trabalhador consegue receber um salário pelo PIS. Ele é calculado proporcionalmente ao tempo trabalhado no ano do benefício. Para entender como acontece o cálculo basta dividir o salário mínimo em 12 partes. Cada uma delas corresponde a um mês e vão se acumulando de acordo com o tempo trabalhado.

Um trabalhador que exerceu atividade remunerada por 1 mês, por exemplo, receberá somente 1 das 12 partes. Se trabalhou por 2 meses receber duas dessas partes, por 3 meses recebe 3 partes e assim por diante. A cada ano o próprio site da Caixa Econômica libera uma tabela informando quanto cada trabalhador receberá de acordo com o tempo de serviço.


Como receber o pagamento do PIS/2019

A Caixa Econômica Federal oferece algumas opções para o saque do abono salarial. Como trabalhador, você pode escolher a que mais lhe convém. É possível retirar o valor do PIS 2019 diretamente nas agências da caixa indo até o atendente. Também dá para fazer o saque nas seguintes localidades:

  • Qualquer caixa eletrônico da Caixa;
  • Casos Lotéricas;
  • Correspondentes Caixa Aqui.

Existem diversas opções de saque, facilitando a vida do trabalhador. Quem já possui conta corrente na Caixa Econômica nem precisa sacar o valor, ele é depositado diretamente na conta.

Só fique atento ao site da Caixa Econômica caso você seja elegível para o abono salarial. O pagamento é organizado por meses de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Existe um prazo para poder retirar o valor do abono salarial, caso o funcionário perca o prazo perde o benefício.


Documentos necessários para fazer o saque

O trabalhador que deseja realizar o saque através das Casas Lotéricas, agência da Caixa ou Correspondentes Caixa Aqui precisa de um único documento: o Cartão Cidadão da Caixa. Esse é um cartão magnético utilizado por trabalhadores com registro em carteira para ter acesso a diversos direitos e benefícios.

Quem for presencialmente a uma agência também pode retirar o valor do abono salarial somente com o número do PIS.

O cartão magnético também serve para realizar o saque nos caixas eletrônicos da Caixa Econômica. Basta inseri-lo no caixa e realizar a operação de saque normalmente.


Como consultar o extrato do PIS

Trabalhadores que desejam ficar atualizados com a situação do seu PIS ainda podem fazer a consulta do extrato. A consulta pode acontecer presencialmente comparecendo a uma agência da Caixa com o número do PIS, um documento atualizado com foto e o Cartão Cidadão.

Quem não quer se deslocar até a agência tem uma maneira mais simples e prática de consultar o extrato do PIS. É possível fazê-lo através do próprio site da Caixa Econômica. Basta acessar o site e selecionar a área de “BENEFÍCIOS E PROGRAMAS”.

O login é feito através do próprio número do PIS e a senha da internet. Se ainda não tem senha clique na opção para criar a senha rapidamente no site.

Sobre o site

Caixa FGTS

O Caixa FGTS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Caixa Econômica Federal. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Fundo de Garantia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *