Autor: Caixa FGTS

O Caixa FGTS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Caixa Econômica Federal. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Fundo de Garantia.

Qual é o rendimento do FGTS?

Consulte as regras estabelecidas pela Caixa e saiba como é calculado o rendimento do FGTS

Quando os trabalhadores ouvem sobre poupar dinheiro, a maioria logo se lembra da conta poupança, enquanto outros mais antenados com o mercado financeiro podem pensar nos investimentos oferecidos pelos bancos e pelas corretoras.

Pouca gente considera que o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pode ser uma forma de investimento, mas é possível tirar vantagem deste benefício, sobretudo depois que algumas mudanças nos seus rendimentos foram anunciadas.

Confira, a partir de agora, todas as informações essenciais sobre o rendimento do FGTS.


Como se beneficiar com o rendimento do FGTS

Como se beneficiar com o rendimento do FGTS

O rendimento do FGTS significa por quanto esse dinheiro vai se multiplicar até que o trabalhador possa fazer um novo saque.

Todos os meses, a empresa precisa retirar 8% do salário do trabalhador e colocá-lo na conta para compor o fundo de garantia daquela pessoa.

Teoricamente, então, alguém que recebe R$ 1.738,00 mensais de salário teria depósitos de R$ 139,04; em um período de um ano na mesma empresa e com a mesma remuneração, essa pessoa somaria R$ 1.668,48.

No entanto, existe uma taxa de rendimento, parecida com o que acontece na conta poupança.

Assim, o trabalhador recebe um pouco a mais do que a soma dos 96% do salário anual.


Como é calculado o rendimento do FGTS

O rendimento do FGTS era baseado na Taxa Referencial (TR), que não pode ser contabilizada porque seu índice está em zero, além dos 3% de acréscimo ao ano.… Clique para ler o texto completo

Como fazer o saque do PIS/PASEP 2019

De acordo com as novas regras do governo, o Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público (PASEP) terão os saques das suas cotas liberados em 2019.

Se você tem dúvidas sobre o saque do PIS/PASEP 2019 e quer saber se tem direito a receber o valor dos fundos, confira todas as informações a partir de agora.


Quem pode fazer o saque do PIS/PASEP 2019?

Quem pode fazer o saque do PIS/PASEP 2019?

O saque do PIS/PASEP 2019 poderá ser feito de forma integral a partir de 19 de agosto de 2019.

Ele estará disponível a quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988, tanto em instituições públicas quanto em empresas privadas.

A forma como as empresas públicas e privadas recolhem o fundo PIS/PASEP hoje em dia é diferente da maneira como se fazia até o final da década de 80.

Por isso ainda há quantias de dinheiro que são de direito do trabalhador – e que não foram usadas por ele.

Para deixar mais claro, as pessoas que poderão sacar as cotas do PIS/PASEP 2019 são:

  • Quem trabalhou formalmente entre 1971 e 1988;
  • Quem ainda não retirou as cotas do PIS/PASEP.

Vale reforçar que o PIS/PASEP só pode ser sacado uma vez. Se a pessoa já recebeu o dinheiro em outro momento, não terá direito a receber PIS/PASEP em 2019 (não confundir com o Abono Salarial do PIS).


Como fazer o saque do PIS/PASEP 2019

O saque do PIS/PASEP 2019 estará disponível nas agências do Banco do Brasil, nas lotéricas e em todo o sistema de caixas eletrônicos e agências da Caixa Econômica Federal.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a sacar o PIS/PASEP 2019

Alguns direitos trabalhistas estão passando por reajustes em 2019 com relação ao seu sistema de saque, como é o caso do PIS/PASEP.

Referentes ao trabalhador do setor privado e ao do segmento público, respectivamente, esses dois tipos de benefícios representam um fundo único, e há muitas pessoas com cotas de décadas atrás que podem ser recebidas.

Veja neste artigo quem tem direito a sacar o PIS/PASEP 2019 (não confundir com o Abono Salarial do PIS).


Quem pode a sacar o PIS/PASEP 2019?

Quem tem direito a sacar o PIS/PASEP 2019

As pessoas que foram servidoras públicas ou funcionárias do setor privado entre 1971 e 1988 têm direito a sacar o PIS/PASEP 2019, com uma observação: as cotas em questão não podem ter sido sacadas anteriormente na sua totalidade.

Isso quer dizer que aqueles que já efetuaram a retirada do dinheiro não possuem mais nada a receber neste momento.

A explicação para a existência dessas cotas do PIS/PASEP é a seguinte: a maneira como as empresas públicas e privadas faziam os pagamentos mudou a partir do ano de 1988.

Com isso, pagamentos anteriores a 1988 podem ter mantido cotas que não foram pagas a esses trabalhadores.

São exatamente essas cotas que o governo federal está disponibilizando agora.


Como saber se o trabalhador tem direito a sacar o PIS/PASEP 2019?

Conferir se há direito a sacar o PIS/PASEP 2019 pode ser um pouco complexo: mesmo que o trabalhador saiba que trabalhou entre 1971 e 1988, é natural não ter certeza sobre a totalidade do que se recebeu.

Para que a população não deixe seu direito para trás, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal têm seus sistemas de consulta.… Clique para ler o texto completo

Como funcionam as novas regras do PIS/PASEP 2019

Muita gente está com a atenção voltada para as mudanças no FGTS, mas não foi somente esse tipo de direito trabalhista que sofreu modificações recentemente.

Após as intervenções econômicas aplicadas pelo governo, o PIS/PASEP também terá uma dinâmica de saques diversa a partir de 2019.

Por isso, preparamos um guia completo para você entender como funcionam as novas regras do PIS/PASEP (não confundir com o Abono Salarial do PIS).


O que é o PIS/PASEP?

Como funcionam as novas regras do PIS/PASEP 2019

O PIS/PASEP é uma sigla que todo trabalhador vê constantemente, mas o conceito desse fundo não é dominado por todo mundo.

Primeiro, o PIS é o Programa de Integração Social, e quem tem direito a recebê-lo são as pessoas que trabalham no setor privado.

A outra parte da sigla, o PASEP, é o Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público e, como é fácil deduzir, trata-se de uma quantia exclusiva para quem trabalha em órgãos públicos.

O fundo PIS/PASEP nada mais é do que a união de ambos e, periodicamente, cada pessoa realiza os saques de acordo com o seu setor de trabalho.


Quem pode sacar o PIS/PASEP 2019?

As novas regras do PIS/PASEP 2019 são para os cidadãos que têm cotas não sacadas, o que significa que há valores que essas pessoas poderiam ter retirado, mas não o fizeram.

Os servidores do setor público e do setor privado terão direito ao saque, desde que as quantias sejam de períodos entre 1971 e 1988.

Algumas pessoas têm essa cota por causa de mudanças na maneira como o PIS/PASEP era recolhido: até o ano de 1988, os valores ficavam no nome do funcionário.… Clique para ler o texto completo

Como cancelar o crédito automático do FGTS 2019

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ganhou duas modalidades novas de saque recentemente, e o saque imediato (saque de até R$ 500,00) logo poderá ser aproveitado pela população.

Muita gente está se preparando para ir até a rede Caixa Econômica Federal para realizar esses saques, mas quem é correntista deste banco pode solicitar o cancelamento do depósito.

Veja neste post o que é necessário para cancelar o crédito automático do FGTS 2019.


Como funciona o crédito automático do FGTS 2019

O crédito automático do FGTS 2019 tem a função de facilitar o saque para as pessoas que têm uma conta poupança na Caixa Econômica Federal.

Com ele, o fundo de garantia é mandado diretamente para essa poupança, ou seja, cada conta inativa ou ativa do FGTS tem os R$ 500,00 automaticamente depositados na conta do cliente da Caixa.

Essa alternativa nem precisa ser ativada pelo cliente da Caixa Econômica Federal: quem tem uma conta poupança já está automaticamente no crédito automático.

Essas pessoas também receberão o FGTS 2019 mais cedo que os demais cidadãos.

Como funciona o crédito automático do FGTS 2019


O crédito automático é válido para qual modalidade do FGTS?

O crédito automático do FGTS 2019 será oferecido a quem tiver até R$ 500,00 para sacar das suas contas do fundo de garantia.

Aliás, sempre que o cidadão observar a referência ao FGTS deste ano, será a modalidade de “saque imediato”, uma vez que o outro tipo saque novo (saque-aniversário) só poderá ser feito a partir de 2020.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

Todos os brasileiros com saldo de FGTS poderão sacar esse dinheiro entre setembro de 2019 e março de 2020, inclusive os não-correntistas da Caixa Econômica Federal.

Aliás, para esse público, a dinâmica do saque é mais fácil porque se assemelha muito àquela já usada atualmente.

Sendo assim, veja neste artigo como fazer o saque do FGTS 2019 para que não tem conta no banco.


Diferenças entre saque do FGTS 2019 e saque de aniversário do FGTS

Como funciona o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

O FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa é igual aos saques oferecidos aos correntistas: a única mudança é na forma de movimentar esse dinheiro.

O primeiro tipo de saque é o imediato – ou o de até R$ 500,00. Essa quantia poderá ser usada pelo trabalhador a partir de outubro.

O outro tipo de saque disponível é o saque aniversário, mas este apenas começara em abril de 2020.

Nesse caso, o cidadão que se cadastrar na Caixa Econômica poderá sacar uma fração do fundo de garantia todos os anos, no mês do seu aniversário.

Com relação ao saque imediato, muita gente já se deparou com notícias dizendo que ele começaria em setembro e isso é verdade, mas apenas para quem é correntista.

Para o restante da população, os primeiros depósitos serão feitos em outubro.


Como fazer o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

A pessoa que não tem conta na Caixa pode fazer o saque do FGTS 2019 indo a uma lotérica com o seu Cartão Cidadão, número NIS/PIS/PASEP e documento de identidade.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O FGTS terá o saque simplificado para os correntistas da Caixa Econômica Federal.

Isso se deverá a possibilidade de autorizar o crédito automático, o que dispensará a ida do cidadão à lotérica ou à agência.

Além de dar comodidade aos milhões de brasileiros que têm uma conta na Caixa, esses saques especiais também servirão para manter as agências menos cheias.

Veja neste artigo como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa.


Diferenças do saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

Como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa destaca-se pela possibilidade de ser automático, ou seja, o valor é enviado para a poupança ou para a conta corrente da pessoa que desejar.

No extrato, o cliente poderá visualizar quando esse fundo de garantia estará depositado.

Para os usuários da conta poupança, esse depósito fica ativado automaticamente: basta ter saldo de FGTS e uma conta desse tipo na Caixa para que o dinheiro seja creditado.

Se o cliente do banco tem conta corrente, ele deverá fazer a autorização antes.

Com relação aos não correntistas, estes terão de realizar o saque manual em qualquer casa lotérica ou agência.


Como autorizar o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa só precisará ser autorizado quando se tratar de conta corrente.

Para a autorização, é preciso seguir as instruções abaixo:

  • O correntista acessa o seu Internet Banking pelo app da Caixa ou pelo seu site clicando aqui;
  • Fornece sua identificação de usuário;
  • Clica em “Autorizo creditar”.
Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a fazer o saque do FGTS 2019

Muitas pessoas estão animadas com o saque do FGTS 2019, isso porque a quantia poderá ajudar a fazer um passeio, a comprar algo e, principalmente, a pagar algumas dívidas.

Esse primeiro novo saque instituído pelo governo é muito abrangente e, neste texto, você fica sabendo quem tem direito a fazer o saque do Fundo de Garantia em 2019.

Quem tem direito a fazer o saque do FGTS 2019


Diferença entre saque FGTS 2019 e saque aniversário do FGTS

Ao explicar sobre o direito ao saque do FGTS 2019, fala-se estritamente do saque de até R$ 500,00 ou, como a Caixa Econômica Federal o chama, do “saque imediato”.

É claro que muita gente pode perguntar se o saque aniversário será deixado de fora, mas não: é que esses saques só estarão disponíveis em 2020.

É verdade que os trabalhadores também terão a escolha de fazer o saque de uma porcentagem do fundo de garantia no seu mês de aniversário, mas isso só será possível de abril do ano que vem em diante.

Dessa forma, o “saque do FGTS 2019” corresponde apenas ao saque de R$500,00.


Quem tem direito ao saque do FGTS 2019

O direito ao saque do FGTS 2019 é bem amplo: quase todos os trabalhadores poderão retirar seus R$ 500,00 ou menos.

Isso porque esse saque será destinado a quem tem conta inativa ou ativa, com a ressalva de que se trata de R$ 500,00 por cada uma, ou seja, o trabalhador pode acabar sacando bem mais que esse valor.

Para explicar mais claramente, o cidadão deve saber o que é a conta inativa e a conta ativa.… Clique para ler o texto completo

Como funcionam as regras do saque aniversário do FGTS

O saque aniversário do FGTS é a nova forma de utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço a partir de 2020.

O valor será como um tipo de “presente” do governo federal: todo mês de aniversário, o trabalhador terá o direito a sacar uma parcela e esta será definida com base no saldo da conta ativa.

É fácil notar a grande quantidade de dúvidas e, para saná-las, descubra neste artigo como funcionam as regras do saque aniversario do FGTS.

Como funcionam as regras do saque aniversário do FGTS


Valor do saque aniversário do FGTS

As regras do saque de aniversário do FGTS estabelecem que o trabalhador possa retirar uma porcentagem do que está em todas as suas contas.

Além da porcentagem, a Caixa Econômica Federal também pagará uma parcela adicional para quem tiver saldo acima de R$ 500,00.

Para chegar ao valor do saque aniversário, o beneficiário deve seguir o protocolo abaixo:

  • Em primeiro lugar, o trabalhador tem de saber todas as contas de FGTS e o saldo total delas;
  • Acessando aqui, ele localiza a sua faixa de saldo e aplica a porcentagem;
  • Se o saldo for maior que R$ 500,00, ele também soma a parcela adicional e, com isso, saberá quanto sacar.

Por exemplo: se uma pessoa tem R$ 700,00 totais de fundo de garantia a sacar, a porcentagem aplicada será de 20%, ou seja, o saque aniversário será de R$ 140,00.

Já a parcela adicional será de R$ 650,00 e, assim, o trabalhador sacará, ao todo, R$ 790,00.

É necessário reforçar que o saldo menor que R$ 500,00 não tem direito à parcela adicional.… Clique para ler o texto completo

Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019

O novo saque do FGTS tem deixado alguns correntistas da Caixa Econômica Federal um pouco confusos com relação ao crédito automático, além das dúvidas comuns a todos sobre a quantia a ser liberada para cada um.

Veja neste artigo como autorizar o crédito automático do FGTS para conta corrente e como esse crédito funcionará.


Como funciona o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente

O crédito automático do FGTS para conta corrente evita que o trabalhador tenha de buscar a Caixa Econômica Federal para realizar o saque imediato.

Se o correntista permitir, o banco manda a quantia diretamente para a sua conta e ainda especifica ao cliente o dia exato.

Muitas pessoas já ouviram falar do crédito automático em conta poupança, mas não sabiam que havia a possibilidade de habilitar o crédito na conta corrente também.

A diferença é:

  • Na conta poupança, o crédito é autorizado sem a ação do correntista;
  • Na conta corrente, o crédito precisa da autorização do correntista.

Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019


Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente

Para autorizar o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente, o usuário da Caixa Econômica Federal deve ir até uma agência ou usar o método virtual, conforme descrito abaixo:

  • Abra o Internet Banking da Caixa clicando aqui;
  • Insira o usuário;
  • Abaixo das informações sobre o saldo de FGTS 2019, haverá a opção “Crédito em conta”;
  • Basta selecionar a caixa “Autorizo creditar saldo”.

O processo acima também pode ser feito pelo aplicativo de FGTS da Caixa Econômica Federal, e ele tem de ser baixado na Apple Store ou na Google Play Store.… Clique para ler o texto completo