Autor: Caixa FGTS

O Caixa FGTS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Caixa Econômica Federal. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Fundo de Garantia.

Como descobrir uma conta inativa do FGTS?

Você sabe se existe uma conta de FGTS inativo em seu nome? Neste artigo nós mostramos o que é necessário para fazer a consulta pela Caixa

O FGTS em si é conhecido pelos brasileiros porque é um direito do qual o trabalhador pode desfrutar quando estiver doente, quando alcançar determinada idade, comprar sua casa própria e muitas outras situações.

No entanto, desde 2017, um novo termo se tornou conhecido: é o FGTS inativo.

Essa era uma oportunidade a mais para que os trabalhadores brasileiros acessassem um dinheiro extra.

Por isso, aprenda como o trabalhador pode saber se tem um conta inativa de FGTS e o que se pode fazer para usar o dinheiro.


Como funciona o FGTS inativo

Os trabalhadores podem sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) sempre que saem de um emprego sem justa causa.

Contudo, muitas das pessoas que se desligaram das empresas até dezembro de 2015 deixaram de fazer esse saque: pode ser porque não sabiam do seu direito, porque faltavam documentos, por falta de interesse, etc.

São exatamente essas as contas inativas do FGTS: aquelas que poderiam, mas não foram sacadas até dezembro de 2015.

Para que o dinheiro chegasse ao trabalhador, o governo do ex-presidente Michel Temer liberou, em 2017, o saque dessas quantias.

Há trabalhadores que não sabem nem mesmo como o FGTS é formado e vale a pena compreender isso também: todos os meses, 8% do salário da pessoa é depositado diretamente pelo empregador.

Esse é o fundo de garantia e ele é alimentado durante toda a vida profissional, enquanto a pessoa tem um emprego registrado.… Clique para ler o texto completo

Como cadastrar senha no aplicativo para consultar o FGTS

Muitos trabalhadores não desejam esperar as correspondências da Caixa Econômica Federal para saber quanto de FGTS têm disponível; mesmo que eles ainda não possam sacar, é normal desejar saber a quantia.

Para facilitar essas consultas, o banco oferece o aplicativo especial para FGTS, com o qual todos os trabalhadores consultam o seu fundo quando quiserem.

Aprenda aqui como realizar o cadastro da senha e quais os requisitos do aplicativo.


Como funciona o cálculo do FGTS

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) acumula-se todo mês e é formado por depósitos em dinheiro que o empregador retira do salário.

Essa quantidade sempre é de 8% e algumas pessoas têm mais FGTS acumulado somente porque o seu salário é mais alto: como a porcentagem nunca muda, o que determina, de fato, a quantia é o salário.

O profissional cuja remuneração é R$ 998,00 (ou seja, um salário mínimo) tem depósito mensal de R$ 79,84.

No caso de ele trabalhar em outra empresa e passar a receber mais, então os seus novos depósitos serão contabilizados com os que já foram feitos.

Como cadastrar senha no aplicativo para consultar o FGTS


Como funciona o aplicativo para consultar o FGTS

O aplicativo do FGTS é gratuito e serve para que os trabalhadores tenham o seu valor de fundo de garantia sempre à mão, sem ser preciso comparecer a uma agência e nem ficar aguardando as correspondências periódicas da Caixa com o saldo.

Para iPhone, sua compatibilidade é com aparelhos com sistemas IOS 8.3 ou superior. Para o seu download, o usuário tem de ir à Apple Store e digitar “FGTS”.… Clique para ler o texto completo

Como cadastrar senha no site da Caixa para consultar FGTS

O acompanhamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) possibilita ao trabalhador realizar planos a longo prazo, sabendo com que quantia exata pode contar.

Pago pelas empresas a todos os trabalhadores formais, sua consulta é organizada pela Caixa Econômica Federal, que oferece a informação por meio de mensagem de texto, acesso ao site, aplicativo e também por correspondências que são enviadas para a residência do cidadão.

Aprenda já como cadastrar senha o site para consultar o FGTS.


Como funciona o depósito de FGTS

O fundo de garantia sempre é pago pelo empreendedor, mas não há valor único.

É necessário realizar um cálculo individual, de acordo com o salário, e o benefício sempre corresponderá a 8% deste. Considerando isso, um trabalhador cuja remuneração é de R$ 3.200,00 tem R$ 256,00 por mês como FGTS.

Toda a quantia fica na Caixa Econômica, organizada pelo número PIS/PASEP; é por causa disso que os cidadãos que querem saber o montante de fundo de garantia precisam fornecer essa numeração.

Como cadastrar senha no site da Caixa para consultar FGTS


Como cadastrar senha no site para consultar o FGTS

Qualquer trabalhador pode consultar quanto tem de benefício fazendo o seguinte:

  • Acessando o site da Caixa;
  • Inserindo o PIS/PASEP e clicando na opção “Cadastrar senha”;
  • Colocando as informações pessoais;
  • Escolhendo uma senha;
  • Finalizando o cadastro;
  • Depois dessas etapas, o trabalhador acessa de novo o link acima e bastará entrar no sistema.

Quem tem direito a fazer o saque do FGTS

A consulta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço pode ser feita a qualquer momento, mas existem diversos critérios para um trabalhador poder sacá-lo.… Clique para ler o texto completo

Estagiário tem direito a receber FGTS?

Confira as regras do Fundo de Garantia estabelecidas pela Caixa e saiba se estagiário tem direito ao FGTS

O estágio é um dos períodos mais importantes para quem está se preparando para exercer uma profissão.

Contudo, mesmo sendo um tipo de contratação muito conhecido, vários estudantes não sabem ao certo de que direitos gozam: o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), por exemplo, pode confundir muitos estagiários.

Saiba, a partir de agora, tudo o que é pago ao cidadão em um contrato de estágio.


Como funciona um estágio?

O estágio pode ser a primeira oportunidade profissional de muitas pessoas e, a rigor, serve para que os estudantes ganhem prática.

É essencial deixar claro que eles não são funcionários da empresa em questão: eles têm um contrato (que costuma ficar entre seis meses e dois anos), e podem ser dispensados ao final.

Várias empresas descobrem bons funcionários durante o período de estágio: existem muitas histórias de pessoas que entraram em determinada companhia nessas condições e foram efetivadas, construindo uma longa carreira.

Geralmente, isso depende do tamanho da empresa e dos resultados apresentados pelo estagiário, inclusive em nível comportamental.

Estagiário tem direito a receber FGTS?


Estagiário tem direito ao FGTS?

Como esse é um dos direitos trabalhistas mais conhecidos, é claro que os estudantes contratados como estagiários se interessam em saber se têm direito.

Infelizmente, porém, quem é contratado nessas condições não recebe Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Para ter esse direito, é necessário ser contratado com base na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o que não acontece com quem estagia; estas pessoas têm seu contrato baseado na lei 11.788 de 2008.… Clique para ler o texto completo

Como sacar FGTS com o Cartão Cidadão

Veja como funcionam os procedimentos para sacar o FGTS com o Cartão Cidadão; acompanhe as orientações e saiba como desbloquear o cartão do jeito certo

Há certas situações nas quais o trabalhador tem necessidade de um dinheiro extra e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é uma excelente ajuda nesses casos.

Tratando-se de um direito trabalhista garantido e que é administrado pelo governo federal, essa é uma quantia depositada todos os meses pela empresa e que o cidadão pode sacar quando comprovar ter necessidade.

Fique sabendo aqui como fazer o saque e como habilitar o Cartão Cidadão, da Caixa Econômica Federal, para essas transações.

Se você não tem esse cartão, fique informado também sobre como emitir um rapidamente.


Como funciona o FGTS?

Quando o trabalhador tem registro em carteira, ele também recebe um número PIS/PASEP.

Este pode ser encarado como um tipo de conta bancária, e uma parte do salário da pessoa vai para essas conta todos os meses: 8% da remuneração bruta tem de ser colocada lá pela empresa, obrigatoriamente.

É o conjunto desses depósitos que cria o chamado fundo de garantia: esse dinheiro fica “esperando” que o trabalhador esteja em condições especiais, listadas pelo governo federal.

Como sacar FGTS com o Cartão Cidadão


Quando é possível sacar o FGTS com o Cartão Cidadão?

Não é porque o trabalhador tem esse cartão da Caixa Econômica Federal que ele pode sacar o fundo na hora que quiser: será necessário comprovar que está acontecendo uma das situações listadas a seguir:

  • Quando o trabalhador estiver passando por situações extremas, como vítima de incêndio, de catástrofe natural e coisas semelhantes;
  • Quando o trabalhador alcança os 70 anos ou tem idade superior a essa e ainda não fez o saque;
  • Quando o trabalhador está a três meses ou mais sem receber depósitos de FGTS;
  • Quando ele está comprando a sua casa própria;
  • Na ocorrência de demissão sem justa causa;
  • Na ocorrência de rescisão de contrato por motivos de força maior;
  • Quando o trabalhador ou algum dos seus dependentes possui HIV ou Aids, assim como câncer e outras doenças que sejam terminais;
  • No encerramento do contrato por prazo determinado;
  • Quando o trabalhador falece, sendo feito o pagamento aos seus dependentes.
Clique para ler o texto completo

Como fazer consulta do FGTS pelo CPF

Confira as orientações e veja o passo a passo para fazer consulta do FGTS pelo CPF

Ter uma reserva de dinheiro dedicada a situações especiais é muito importante para todos e o governo federal ajuda os trabalhadores a juntar esse dinheiro.

É para isso que existe o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS): mensalmente, 8% do salário bruto são colocados em um tipo de reserva pelo empregador e ela fica fora do alcance do trabalhador até certas ocasiões.

Para entender de quanto é o depósito, vale um exemplo: uma pessoa cujo salário bruto é de R$ 2.500,00 terá depósito mensal de R$ 200,00.

Se ela nunca fez um saque de fundo de garantia e trabalha há quatro anos com o mesmo salário, ela terá acumulado R$ 9.600,00.

Mesmo com o saque sendo liberado somente em algumas condições, as consultas podem ser feitas quando o trabalhador desejar. Aprenda a seguir como consultar o FGTS pelo CPF.


Como funciona fundo de garantia?

Esses valores são depositados a cada mês que o cidadão está registrado: se ocorre um saque no mês de abril, por exemplo, antes da data de pagamento, já haverá o depósito dos 8% assim que o empregador pagar.

Isso significa que o fundo de garantia está sempre sendo reposto, de acordo com as variações de salário bruto.

No caso de uma pessoa trocar de emprego e o seu salário for aumentado ou diminuído, os depósitos de FGTS também o serão.

O dinheiro do FGTS de cada trabalhador é identificado de acordo com o número PIS/PASEP: é devido a isso que, em toda admissão em novo trabalho, é preciso levar o PIS/PASEP já cadastrado.… Clique para ler o texto completo

Como sacar o FGTS

Confira as regras estabelecidas pela Caixa e saiba o que é necessário para sacar FGTS do jeito certo

As pessoas que trabalham com registro em carteira têm diversas seguranças e benefícios e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um dos mais populares.

Essa é uma quantia em dinheiro a qual os brasileiros têm acesso em determinados períodos e que tem como principal função auxiliar no abatimento da dívida da casa própria.

Garantido a quem trabalha em qualquer segmento, esse benefício era assegurado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e, mesmo com o fim do órgão, o governo federal ainda garante o seu saque a quem tiver direito.

Entenda já quando você pode sacar o FGTS e como é o trâmite.


Como funciona o FGTS?

A quantia em dinheiro que compõe o fundo de garantia é formada por pequenos depósitos feitos todos os meses pelo empregador.

Todos os que começam um trabalho com registro na CTPS passam a fazer parte do Programa de Integração Social (PIS), recebendo um número.

A cada mês, o empregador é obrigado a retirar 8% do salário bruto daquele profissional e depositá-lo, usando o PIS do indivíduo, no fundo de garantia. Isso é feito desde o primeiro salário da pessoa, não importando qual seja a sua função.

Uma vez que o trabalhador fez o saque do seu FGTS, um novo saldo será formado devido aos depósitos subsequentes.

Como sacar o FGTS


Quando a Caixa Econômica Federal permite sacar o FGTS?

Qualquer pessoa que tenha fundo de garantia para sacar tem de se dirigir à Caixa Econômica e isso independe de ser correntista de lá ou de outro banco.… Clique para ler o texto completo

Como fazer o cálculo do FGTS 2019

Veja como funcionam as regras e saiba como fazer o cálculo do FGTS

Um dos mais populares direitos trabalhistas é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, muito conhecido entre os brasileiros como FGTS. Na hora de fazer rescisões trabalhistas ou de financiar imóveis, por exemplo, ele é muito citado.

Mas, você já parou para pensar como funciona o cálculo do FGTS? Ainda não? Então fique sabendo que é realmente importante ter isso em mente.

Apesar de ser, na maioria das vezes, o seu empregador que faz o depósito do valor do FGTS, se você não entender ao certo como funciona o cálculo não dá para saber se ele está sendo feito da forma correta.

Caso ainda não saiba, o FGTS é uma conta que é aberta na Caixa Econômica Federal no nome do colaborador. O dono da empresa, então, faz um depósito nessa conta, o qual é sempre corrigido com juros.

A grande questão é que esse dinheiro apenas pode ser sacado em momentos específicos. Geralmente, o dinheiro depositado no FGTS é utilizado, por parte do Governo Federal, com o objetivo de financiar obras de infraestrutura de portos, ferrovias e rodovias, além de obras de saneamento e de energia.

Sendo assim, é fundamental saber ao certo como fazer o cálculo do FGTS e outras informações importantes sobre esse dinheiro. Continue a leitura e saiba mais!


Quem tem direito a receber o FGTS?

Desde o ano de 1988, todos os empregados que são contratados pelo regime da CLT possuem direito a receber o FGTS.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o FGTS para empregada doméstica

Está querendo saber ao certo como funciona o FGTS para empregada doméstica? Pois então fique sabendo que você está no lugar certo.

Este artigo vai mostrar exatamente tudo sobre o recolhimento do FGTS para empregada doméstica que começou a existir facultativamente em 2013 e passou a ser obrigatório no final de 2015, por meio da aprovação da PEC das Domésticas.

Ou seja, hoje em dia é algo realmente importante e que precisa ser feito para evitar qualquer processo trabalhista, por exemplo. Sendo assim, acompanhe este artigo até o final e fique por dentro de tudo a respeito do FGTS para empregada doméstica.

Tenha uma boa leitura.


O que é o FGTS?

O FGTS, também conhecido como Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, surgiu com o principal intuito de proteger aqueles trabalhadores que são demitidos sem ser por justa causa.

Para esse pagamento, é claro, é necessário abrir uma conta que esteja vinculada ao contrato de trabalho do funcionário. Além disso, o trabalhador também consegue consultar seu FGTS por meio de um aplicativo gratuito que está disponível tanto para Android quanto para iOS.

Os recursos disponíveis para consulta por parte do trabalhador são: extrato completo do FGTS, geração de PDF do extrato completo, cancelamento e adesão do extrato FGTS por SMS.

Já por parte do empregador: consulta CRF, consulta histórico CRF, emissão de CRF, renovação de CFR, entre outros.

A grande questão é que, como mencionado antes, as empregadas domésticas não precisavam obrigatoriamente receber o FGTS. A boa notícia é que isso mudou e hoje elas também contam com esse benefício que, por sinal, é muito bem vindo, não é mesmo?… Clique para ler o texto completo

Como consultar o FGTS retroativo

Confira as orientações e saiba como consultar o FGTS retroativo

No ano de 2017, muitos brasileiros ouviram falar de FGTS retroativo ou, mais comumente, de inativo.

Os pagamentos foram feitos para um grupo específico de trabalhadores e nada impede que eles sejam feitos novamente: entretanto, não há previsão para isso.

Leia neste texto o que é o FGTS retroativo e como fazer a consulta dele. Se você tinha direito a ele e não sacou, confira também em quais ocasiões poderá fazer o saque daqui em diante.


O que é FGTS retroativo?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foi pago em 2017 a milhões de pessoas que tinham quantias não sacadas até dezembro de 2016.

No total, o governo brasileiro injetou mais de R$ 14.000.000.000,00 na economia devido a essa decisão, o que foi imprescindível para que as movimentações em todos os setores fossem aumentadas.

Ainda há trabalhadores brasileiros que não sabem exatamente como o FGTS funciona e isso prejudica o entendimento deles do que são os inativos ou retroativo.

O benefício em si é um depósito que todos os trabalhadores registrados recebem em sua conta PIS/PASEP todos os meses; ele é de 8% do salário bruto.

Essas quantias vão se acumulando todos os meses até que o cidadão chega a uma das situações nas quais o governo permite o saque.

No caso de esse saque não ser realizado (e se houver necessidades para a economia do país) são liberados os retroativos: o indivíduo pode retirar o dinheiro sem estar em uma das condições que serão listadas a seguir:

  • Compra da casa própria ou casos nos quais o trabalhador já a comprou e está com dívidas a serem amortizadas;
  • Câncer maligno que acometa o trabalhador ou algum dos seus dependentes;
  • Idade igual ou superior a 70 anos;
  • Rescisão de trabalho solicitada pelo empregador;
  • Rescisão de contrato devido ao fechamento da empresa;
  • Financiamento da casa própria;
  • Doença terminal que acometa o trabalhador ou algum dos seus dependentes;
  • Necessidade pessoal decorrente de catástrofes;
  • Rescisão decorrente da morte do empregador (se o próprio trabalhador falecer, o pagamento é feito aos dependentes);
  • Fim do contrato de trabalho;
  • Depois de 36 meses sem registro profissional;
  • HIV que acometa o trabalhador ou algum dos seus dependentes;
  • Aposentadoria;
  • Rescisão do contrato de trabalho por razões maiores;
  • Demissão sem justa causa.
Clique para ler o texto completo