Tag: Saque FGTS

Como funciona o saque do FGTS para pessoas com câncer

Neste artigo você vai poder acompanhar as principais informações sobre o FGTS para pessoas com câncer. Mas antes disso, vamos explicar como funciona o pagamento deste recurso, pois muitas pessoas têm dúvidas a respeito do benefício.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) consiste em um depósito mensal, que diz respeito a um percentual de 8% do salário do empregado, cujo empregador tem a obrigação de depositar em uma conta bancária. Esta conta deve ser aberta, especificamente, na Caixa Econômica Federal, e deve estar em nome do funcionário.

O objetivo do FGTS é de auxiliar o trabalhador, caso ele seja demitido, seja por motivo de doenças graves e até mesmo catástrofes naturais. O fundo não é um benefício que é descontado do salário do profissional, mas sim uma obrigação da empresa.

Quem tem direito a receber o FGTS são trabalhadores, tantos os urbanos, quanto os rurais, através do regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Pessoas que são afastadas por causa de câncer também possuem o direito de receber o recurso.

É interessante saber que, mesmo que faça o saque do dinheiro, o cidadão não vai ter prejuízos caso seja despedido sem motivo.


Quem tem direito a receber o FGTS em caso de câncer

O trabalhador que estiver com neoplasia maligna, ou seja, com câncer, ou qualquer outro profissional que tenha algum dependente com câncer ou seja dependente de um, tem direito a receber o benefício. São eles: os equiparados a filhos, como enteados, pessoas menores de 18 anos e maiores de 60 anos, companheiro ou cônjuge, todos os que estiverem inscritos nos Institutos da Previdência Social da União, Municípios e Estados.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a receber o FGTS de empresas

A grande maioria de empresários de diversos setores do mercado e empreendedores em geral não sabem, mas a Caixa Econômica Federal possui cofres com dinheiro guardado do FGTS de empresas.

O montante corresponde às contribuições feitas para Fundo de Garantia por Tempo de Serviço entre 1966 e 1988 que não foram retiradas e estão paradas atualmente. Portanto, essas empresas têm o direito de receber a quantia existente na Caixa.


Origem do FGTS das empresas

Como determinam as leis trabalhistas, as empresas deveriam depositar 8% dos salários de seus funcionários para que eles pudessem ter acesso ao dinheiro no futuro.

Porém, muitos preferiram por não fazer a retirada das suas contas do FGTS e optavam por ganhar estabilidade no emprego. Ou seja, os trabalhadores que não retiravam o Fundo de Garantia por vontade própria durante 10 anos, recebiam em troca a garantia da manutenção do emprego. Como esse dinheiro não foi liberado na época, agora ele está disponível para que as empresas possam fazer o saque.


Como fazer o pedido para sacar o FGTS de empresas

Para fazer o pedido de saque, o empresário deve primeiramente entrar em contato com a Caixa Econômica Federal para realizar um levantamento de quanto dinheiro possui disponível, além de relacionar os funcionários que receberam depósitos do FGTS no período avaliado.

O próximo passo é reunir todos os documentos necessários para comprovar o vínculo com esses trabalhadores cujas contas receberam o FGTS, mas que optaram por não receber o benefício. Sem esses documentos, o processo se torna mais complicado e demorado, porém não se torna impossível.… Clique para ler o texto completo

Saque de contas inativas do FGTS pode ter restrições

No final de 2016, o governo divulgou que vai liberar o saque do FGTS para contas inativas. Poderão sacar o benefício todos os trabalhadores que não receberam nenhum depósito do Fundo de Garantia desde dezembro de 2015. Para saber se você tem direito a receber, clique aqui.

A estratégia adotada pela União tem o objetivo de injetar mais de R$ 30 bilhões para movimentar a economia, uma vez que os trabalhadores devem utilizar o dinheiro para quitar dívidas ou fazer compras.

Possíveis restrições de saque

No entanto, em uma recente análise dos dados referentes ao FGTS, o governo concluiu que aproximadamente 2% das contas inativas concentram um grande volume de recursos, ou seja, há bastante dinheiro acumulado em poucas contas.

Essa avaliação teria levado ao estudo de alternativas para poder limitar o saque. De acordo com empresários ouvidos pela Folha, uma das ideias cogitaria restringir a liberação da verba para contas com saldo muito alto. Contudo, o governo não confirma essa informação.

Motivos da restrição

Por que a possibilidade de restringir os saques estaria sendo considerada? Porque o governo acredita que as pessoas sacariam os altos valores apenas destinar o dinheiro para outros investimentos mais lucrativos.

Em outras palavras, o trabalhador usaria o recurso do FGTS para “gerar mais dinheiro”, em vez de utilizar o montante para consumo. Desta forma, o objetivo inicial de movimentar a economia perderia o seu propósito.

Conflitos com o setor imobiliário

As empresas do setor imobiliário sempre foram cautelosas quanto à proposta de liberar o FGTS para os trabalhadores.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a sacar o FGTS de contas inativas

Em dezembro de 2016, o governo federal anunciou a liberação do saque do FGTS de contas inativas até dezembro de 2015. A decisão é uma estratégia para movimentar a economia do país, e deve beneficiar aproximadamente 10,2 milhões de pessoas.

Mas você sabe se tem direito a sacar este dinheiro? Para te ajudar, nós preparamos um guia com todas as regras referentes ao saque, além de um tutorial para você descobrir o saldo da sua conta. Acompanhe as orientações e veja com funciona.

O que é uma conta inativa do FGTS?

A conta inativa é uma conta que parou de receber depósitos do Fundo de Garantia. Quando você possui vínculo empregatício, a empresa faz pagamentos mensais no seu nome de acordo com as leis trabalhistas.

No entanto, em caso de término ou rescisão do contrato, o FGTS deixa de ser depositado, e a conta não possui mais movimentação. Resumidamente, se você estiver desempregado, é quase certeza que você possui uma conta inativa.

É possível estar desempregado e ter uma conta ativa?

Porém, existe uma exceção. Se a empresa estiver com os depósitos do FGTS atrasados, é possível que a sua conta tenha movimentação mesmo após o término do contrato ou do acordo de demissão.

Isso acontece porque, de acordo com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o empregador é obrigado a acertar todos os pagamentos referentes ao Fundo de Garantia, e pode fazer este procedimento depois do fim do vínculo com o empregado.

Neste caso, a conta ainda seria considerada ativa, e você não teria direito a sacar o valor disponível.… Clique para ler o texto completo

Posso usar o FGTS para pagar dívidas?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso depositado pelas empresas, todos os meses, nas contas dos trabalhadores que exercem suas funções através do regime de CLT, ou carteira assinada.

A fim de regularizar o uso desses valores, existem regras específicas fixadas pelo governo federal a fim de fazer com que os profissionais cumpram alguns pré-requisitos antes de realizar o saque do dinheiro.

Com a crise que atingiu vários brasileiros, principalmente no caso daqueles que perderam os seus empregos, as pendências financeiras começaram a se acumular, e muitos passaram a se perguntar se poderiam usar o FGTS para quitar as dívidas.

A resposta, no entanto, não é a mais favorável, já que este fundo só pode ser usado para abater dívidas habitacionais. Para outros casos, esse saque é totalmente proibido.

Em quais casos o FGTS pode ser usado?

fgts-pagar-dividas

Tendo em vista que não é possível utilizar os recursos do FGTS para pagar dívidas, veja agora todas as situações em que é permitido fazer o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço:

1. No término do prazo do contrato, no caso daqueles profissionais contratados por tempo limitado.

2. Demissão que não tenha tido nenhuma justa causa.

3. Rescisão de contrato por força maior, ou que tenha sido de culpa recíproca.

4. Término do contrato por extinção da empresa, finalização de parte da atividade exercida, fechamento total da instituição, falecimento do empregador individual, ou no caso que sejam decretados a nulidade referente ao contrato de trabalho.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a sacar o FGTS

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, mais conhecido como FGTS, consiste em um depósito mensal feito pelas empresas que tem como base um percentual de 8% sobre o valor do salário dos seus funcionários.

Ele é destinado aos trabalhadores que atuam com carteira assinada, sendo que é responsabilidade do empregador realizar esses depósitos pelo tempo em que o profissional tiver vínculo com a instituição. O valor do FGTS fica guardado em uma conta no nome do trabalhador na Caixa Econômica Federal.

Através do FGTS, o trabalhador tem a possibilidade de economizar uma quantia em dinheiro que poderá ser usada em momentos específicos, seja na rescisão de um contrato de trabalho, na aquisição ou na construção de um imóvel, na compra de um terreno, na cobertura de gastos com saúde, entre outros casos especiais.

Se você tem dúvidas sobre quando é possível sacar o FGTS, a partir de agora nós vamos explicar 17  possibilidades em que a Caixa libera o uso dos recursos. Confira a lista completa e veja se você se enquadra em alguma das situações.

Saiba quando é possível sacar o FGTS

Quem tem direito a sacar o FGTS

1. Demissão sem justa causa: quando o trabalhador é desligado da empresa, sem que tenha feito nenhuma falta grave, sendo de total responsabilidade do empregador esse desligamento.

2. Término de contrato: Quando um determinado contrato é finalizado após cumprir um prazo previamente determinado.

3. Extinção da empresa: quando um contrato é finalizado devido à dissolução da empresa, seja ela total ou parcial.

4. Anulação do contrato de trabalho: Nesses casos é necessário seguir algumas regras previstas na Constituição Federal.… Clique para ler o texto completo

Moradores de Venâncio Aires podem sacar o FGTS nas agências da Caixa

A partir desta quarta-feira (6), os moradores de Venâncio Aires (RS) que tiveram prejuízos com a enxurrada ocorrida em outubro de 2015, poderão sacar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal. A liberação ocorreu após a Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social realizar a triagem de documentos dos cidadãos interessados em obter o benefício.

Quem for ao banco para receber os valores, precisa apresentar o número do PIS, CPF, Carteira de Identidade e Comprovante de Residência. A quantia máxima liberada pela Caixa é de R$ 6.220,00. O saque pode ser feito no horário de atendimento bancário, nas agências das ruas Tiradentes e Osvaldo Aranha.

FGTS para catástrofes naturais

O FGTS é um benefício destinado a todos os profissionais contratados pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), seja por carteira assinada ou por contrato de trabalho específico. Mensalmente, as empresas devem destinar 8% do salário dos empregados para o FGTS.

De acordo com as regras da Caixa, o saque do benefício pode ser solicitado em casos de catástrofes naturais cuja situação de calamidade é reconhecida pelo governo federal, como aconteceu nas cheias em Venâncio Aires e em outros municípios da região Sul do Brasil.

Se essa informação sobre o saque do FGTS foi útil para você, clique no botão “Curtir” ou compartilhe com seus amigos no Facebook. E se você tiver alguma dúvida, escreva sua pergunta na seção de comentários.

Clique para ler o texto completo

Como receber o FGTS

Confira as regras da Caixa e veja o como receber o FGTS


O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todo trabalhador que exerce suas atividades sob as normas da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), tendo ele carteira assinada ou não.

Profissionais do segmento rural, autônomos e contratados por tempo determinado também podem receber o fundo. Se você se enquadra nessas condições e quer receber o seu benefício, confira agora como funcionam as regras do FGTS.

regras-fgts

1. Quando o FGTS pode ser sacado

São diversas as situações em que o FGTS pode ser sacado. Entre as principais estão:

  • Demissão sem justa causa;
  • Aposentadoria;
  • Para a compra da casa própria;
  • Quando a conta do FGTS fica sem depósitos por três anos seguidos;
  • Término do contrato por prazo determinado;
  • Ausência de atividade remunerada por 90 dias ou mais;
  • Rescisão do contrato de trabalho temporário;
  • Rescisão do contrato por extinção total ou parcial da empresa;
  • Rescisão do contrato por força maior ou culpa recíproca;
  • Rescisão do contrato por falecimento do dono da empresa com posterior fechamento da empresa;
  • Quando o trabalhador atinge idade igual ou superior a 70 anos;
  • Doenças graves que podem acometer o trabalhador ou seus familiares, ou casos em que o empregado encontra-se em estágio terminal provocado por qualquer doença;
  • Quando o trabalhador encontra-se em momento de urgência, como inundações em sua residência ou em situações de calamidade pública reconhecidas pelo Governo Federal;
  • Falecimento do trabalhador.

2. FGTS Inativo

As contas inativas do FGTS são aquelas que não recebem depósito por mais de três anos consecutivos.… Clique para ler o texto completo