Tag: declarar o FGTS inativo

Como declarar o FGTS inativo no IR 2018

O FGTS foi um direito trabalhista criado para proteger o trabalhador demitido sem justa causa. No caso da demissão sem justa causa o trabalhador recebe o valor integral depositado na sua conta do FGTS. Porém isso não acontece para todo mundo criando o que chamamos de FGTS de contas inativas.

Existem diversos funcionários que não se encaixam nos pré-requisitos para acessar o direito. Eles podem ter sido demitidos por justa causa, pedido demissão ou ter deixado de receber os depósitos por algum motivo. Isso é o que chamamos de contas inativas do FGTS. O valor dos depósitos fica armazenado nelas, mas o trabalhador não consegue acessá-las.

Na hora de estimular a economia em tempos de crise o governo usou essas contas inativas para gerar uma renda extra ao trabalhador. Quem possui um FGTS inativo tornou-se capaz de fazer o saque no valor na conta e utilizá-lo.

Em 2017 diversos indivíduos receberam acesso ao seu FGTS inativo. Agora em 2018 será necessário declará-lo em seu imposto de renda (IR), o que deixa muita gente confusa. Nesse artigo você aprenderá a declarar o FGTS inativo no IR da maneira mais fácil possível.


Quem recebeu o FGTS inativo em 2017?

Entender o FGTS inativo exige também compreender como acontecem os pagamentos do FGTS. Quando um trabalhador é registrado em carteira ele recebe depósitos mensais em uma conta no seu nome na Caixa Econômica. Os depósitos são feitos pela empresa e equivalem a uma quantia do seu salário. Enquanto esse funcionário está na ativa a conta fica inacessível a ele.… Clique para ler o texto completo