Como consultar o saldo do PIS

O Programa de Integração Social, mais conhecido como PIS, é uma contribuição social feita pelos trabalhadores brasileiros. O principal objetivo do plano é de financiar o pagamento de benefícios como seguro-desemprego, abono salarial, entre outros.

Vale lembrar que o PIS está diretamente relacionado com o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público). Por essa razão, é muito comum as duas siglas aparecerem sempre juntas.

Anualmente, milhões de profissionais têm por direito receber o abono salarial do programa. Este recurso muitas vezes consiste em uma renda extra para a família, e é muito eficaz para ajudar a tirar as contas do sufoco.

No entanto, nem todos sabem o valor exato que será depositado pelo PIS. Se você também está nessa situação, a partir de agora nós vamos mostrar um tutorial completo para consultar o saldo do PIS. Confira as orientações e veja como é simples.

Passo-a-passo para descobrir o saldo do PIS

consultar-saldo-pis

A maneira mais rápida e prática para consultar o saldo do PIS é pela internet. Através do serviço online disponibilizado pela Caixa Econômica Federal, você poderá consultar se o dinheiro já está disponível para saque.  Além disso, você também tem acesso aos valores acumulados.

Ou seja, quem é cadastrado no PIS não precisa se dirigir pessoalmente até uma agência da Caixa, pois todo o procedimento pode ser feito por um computador, tablet ou smartphone. Confira o passo-a-passo:

1. Acesse o site da Caixa Econômica Federal por este link.

2. Clique no botão “Consultar Pagamento” localizado no lado direito da página.… Clique para ler o texto completo

Como consultar o abono salarial do PIS/PASEP

Muitos trabalhadores têm direito a receber o abono salarial do PIS/PASEP, e devido a essa grande procura, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) desenvolveu um site especialmente voltado para o trabalhador saber a quantia disponível para saque.

Atualmente, o período disponível para consulta e recebimento corresponde ao exercício 2015/2016 (ano-base 2014) e 2016/2017 (ano-base 2015). Se você quer saber o valor do seu pagamento, confira as nossas orientações e veja o passo-a-passo que preparamos.

Como fazer a consulta

consultar-abono-salarial-pis-pasep

O processo de consulta é muito simples. Em poucas etapas você poderá descobrir a quantia do seu abono. Veja como funciona:

1. Acesse o site do Abono Salarial no Ministério do Trabalho e Emprego pelo endereço http://abonosalarial.mte.gov.br/.

2. Informe o número do CPF ou PIS/PASEP e também a data de nascimento.

consultar-abono-salarial-pis-pasep-dados

3. Agora digite o código de segurança informado pelo site. É uma sequência de cinco números; em seguida, clique em “Consultar”.

consultar-abono-salarial-pis-pasep-codigo

 A página seguinte irá apresentar todas as informações referentes ao número de PIS/PASEP informado. Além de consultar o valor do abono, você também poderá verificar todos os procedimentos para realizar o saque do recurso. Essa informação é muito importante, afinal, você deve ficar atento aos prazos. Uma vez que o período para sacar é finalizado, você perde o direito de receber o seu dinheiro.

O saque do PIS deve feito na Caixa Econômica Federal, enquanto o do PASEP é realizado no Banco do Brasil. Fique atento/atenta: a data limite de saque para o abano salarial do exercício 2015/2016 (ano-base 2014) é 31 de agosto.… Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a receber o PIS

A cada ano, vários trabalhadores ficam atentos às novidades que possam vir a acontecer no Programa de Integração Social, popularmente conhecido como PIS, visto que qualquer nova atualização pode significar um dinheiro extra no orçamento.

O PIS/PASEP é um recurso oferecido pelo Ministério do Trabalho, em parceria com a Caixa Econômica Federal, voltado para os funcionários de empresas privadas que estejam inseridos em alguns parâmetros pré-estabelecidos.

Para os profissionais que nunca receberam o PIS, ou que acham que têm direito a recebê-lo, é aconselhável conhecer de perto as regras do programa, pois somente dessa maneira é possível saber se o recurso pode ser liberado adequadamente.

Se esse é seu caso e você tem dúvidas relacionadas ao pagamento do benefício, acompanhe este texto até o final, veja as nossas orientações e saiba quem tem direito a receber o PIS.

Regras do PIS

pis-quem-tem-direito

Em primeiro lugar, vale ressaltar que nem todos os trabalhadores possuem o direito de receber esse recurso. Como mencionado acima, é necessário estar dentro do perfil exigido pelas regras vigentes do órgão para ter direito ao pagamento. Para ter acesso ao PIS, você deve cumprir essas exigências:

  • Ter trabalhado com carteira assinada por um período mínimo de 30 dias ininterruptos durante o ano base. Os trabalhadores que tiveram qualquer vínculo empregatício no período de um mês já podem retirar o salário extra.
  • Estar cadastrado no PIS por no mínimo cinco anos. Ou seja, para receber o PIS 2016 o trabalhador precisa ter se cadastrado no máximo até 2011.
Clique para ler o texto completo

Como consultar o número do PIS

O Programa de Integração Social (PIS) é um tributo do governo federal, no qual os recursos são utilizados para pagar uma série de direitos para os trabalhadores, como seguro-desemprego, abono, FGTS, entre outros.

O PIS está previsto em lei e conta com a administração do Ministério da Fazenda, sendo que o seu pagamento é feito através da Caixa Econômica Federal. Por estar relacionado ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PASEP, muitas vezes as duas siglas aparecem juntas, PIS/PASEP.

Na prática, todo trabalhador precisa ter esse registro para que possa não só contribuir, como também receber os benefícios a que tem direito.

Como o trabalhador se cadastra no PIS

O trabalhador recebe o número do PIS no momento em que ele resolve tirar a sua Carteira de Trabalho e decide prestar o seu serviço para empresas ou instituições através do regime de CLT, ou simplesmente carteira assinada.

A partir do momento em que a empresa assina o documento, esse profissional é cadastrado no benefício. Ou seja, se em algum momento da vida, essa pessoa tenha atuado no mercado de trabalho com a carteira assinada, ela não só possui o número, como também, provavelmente, já está inserida no programa de Abono Salarial.

Mesmo que o trabalhador precise tirar uma nova Carteira de Trabalho, esse número não é alterado, isto é, permanece o mesmo e continua sendo exibido no mesmo local.

Qual a função do PIS

O número do PIS é usado para fazer o recolhimento de todas as contribuições sociais feitas ao governo, como:

  • Abono Salarial.
Clique para ler o texto completo

Guia: como sacar o FGTS de contas inativas

Nesta semana, a Caixa Econômica Federal começa a liberar o dinheiro das contas inativas do FGTS. O governo calcula que serão R$ 43 bilhões para mais de 30 milhões de brasileiros.

O calendário de saques tem início na sexta-feira (10) para pessoas que nasceram em janeiro e fevereiro. O cronograma prossegue até o segundo semestre, sendo que o último dia para receber o Fundo de Garantia inativo é 31 de julho.

Mas você sabe como e onde é possível sacar o FGTS de contas inativas? Nós preparamos um guia completo para explicar todos os locais disponíveis para você receber os valores, além dos documentos que você precisa apresentar. Fique conosco até o final e esclareça todas as suas dúvidas.

Quem tem direito a receber o FGTS de contas inativas

O FGTS de contas inativas será liberado ao trabalhador que encerrou o seu contrato de trabalho até 31 de dezembro de 2015, seja pedindo demissão ou sendo demitido por justa causa.

O profissional que foi dispensado da empresa sem justa causa não terá direito a sacar o benefício, pois já teve essa oportunidade no momento do desligamento.

Quem saiu do emprego antes de 31 de dezembro de 2015, mas recebeu depósitos na conta do FGTS após essa data, também não poderá receber o dinheiro.

Contas do FGTS duplicadas

Muitas pessoas possuem duas ou mais contas do FGTS. Se esse é o seu caso, você só poderá sacar o valor que estiver disponível na conta inativa.

Onde sacar o FGTS

Esses são os lugares em que você vai poder receber o seu FGTS inativo.… Clique para ler o texto completo

Posso usar o FGTS para pagar dívidas?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso depositado pelas empresas, todos os meses, nas contas dos trabalhadores que exercem suas funções através do regime de CLT, ou carteira assinada.

A fim de regularizar o uso desses valores, existem regras específicas fixadas pelo governo federal a fim de fazer com que os profissionais cumpram alguns pré-requisitos antes de realizar o saque do dinheiro.

Com a crise que atingiu vários brasileiros, principalmente no caso daqueles que perderam os seus empregos, as pendências financeiras começaram a se acumular, e muitos passaram a se perguntar se poderiam usar o FGTS para quitar as dívidas.

A resposta, no entanto, não é a mais favorável, já que este fundo só pode ser usado para abater dívidas habitacionais. Para outros casos, esse saque é totalmente proibido.

Em quais casos o FGTS pode ser usado?

fgts-pagar-dividas

Tendo em vista que não é possível utilizar os recursos do FGTS para pagar dívidas, veja agora todas as situações em que é permitido fazer o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço:

1. No término do prazo do contrato, no caso daqueles profissionais contratados por tempo limitado.

2. Demissão que não tenha tido nenhuma justa causa.

3. Rescisão de contrato por força maior, ou que tenha sido de culpa recíproca.

4. Término do contrato por extinção da empresa, finalização de parte da atividade exercida, fechamento total da instituição, falecimento do empregador individual, ou no caso que sejam decretados a nulidade referente ao contrato de trabalho.… Clique para ler o texto completo

É possível usar o FGTS para comprar carro?

Um dos principais sonhos dos brasileiros é poder comprar um carro, seja ele novo ou usado. Existem centenas de modelos disponíveis no mercado, porém, a maioria não é acessível à população.

Para as pessoas que nutrem essa vontade, uma dúvida constante é a possibilidade de usar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para pagar integralmente o veículo, ou dar uma boa entrada para diluir as prestações.

De acordo com a Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras, a resposta é não, pois a principal função desse recurso é ser usado para a aquisição da casa própria. E para entender melhor essa questão, é preciso conhecer melhor todas as etapas que deverão ser preenchidas para ter direito a usar esse benefício.

Regras para uso do FGTS

fgts-comprar-carro

Existem alguns projetos de lei que visam fazer com que os brasileiros tenham direito a utilizar esse dinheiro para a compra de um veículo, mas atualmente ainda vales as regras já vigentes, ou seja, é vetado o uso do FGTS para comprar carro.

Conheça as regras para ter direito a sacar esse dinheiro. São 17 ocasiões em que ele pode ser retirado:

1. Demissão sem justa causa: quando o trabalhador é desligado da empresa, sem que tenha feito nenhuma falta grave, sendo de total responsabilidade do empregador esse desligamento.

2. Término de contrato: Quando um determinado contrato é finalizado após cumprir um prazo previamente determinado.

3. Extinção da empresa: quando um contrato é finalizado devido à dissolução da empresa, seja ela total ou parcial.… Clique para ler o texto completo

Como descobrir se a empresa está pagando o FGTS do funcionário

Todo empregador é obrigado por lei a depositar mensalmente um valor específico em nome dos seus funcionários em uma conta bancária para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O prazo para que esse depósito seja realizado é até o sétimo dia de cada mês, sendo que o valor deve ser de 8% sobre o salário pago ao empregado no mês anterior. Isso quer dizer que é necessário calcular todos os benefícios que o trabalhador tenha recebido, como 13º salário, gorjetas, bônus, etc. Já nos contratos de aprendizes, a alíquota cai para 2%.

A conta em que esses depósitos são realizados é veiculada à Caixa Econômica Federal, e a instituição financeira tem por obrigação fornecer o extrato bancário para o trabalhador, caso ele seja solicitado.

Consulta do pagamento

fgts-pagamento-empresa

Eventualmente podem ocorrer situações em que a empresa atrasa ou até mesmo deixa de fazer o pagamento do Fundo de Garantia aos empregados. Para esses casos, os funcionários têm algumas opções simples e rápidas para saber se a empresa está pagando o FGTS corretamente. Veja como são os procedimentos.

Extrato da conta

Como mencionado acima, a Caixa Econômica Federal tem por obrigação informar aos seus clientes o extrato com todas as informações referentes aos depósitos feitos pela empresa para o FGTS. Existem duas maneiras para ter acesso a esses números.

Diretamente na agência bancária: através do Cartão Cidadão é possível retirar o extrato bancário diretamente em um dos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal. Se você não possuir o cartão, basta fazer o pedido na própria agência;

Cartas enviadas para o endereço cadastrado: A Caixa também envia para o endereço dos trabalhadores todas as informações referentes ao extrato de lançamentos dos valores depositados no FGTS.… Clique para ler o texto completo

Como utilizar o FGTS para comprar material de construção

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso que os trabalhadores com carteira assinada possuem e que pode ser utilizado em momentos específicos, como no caso da demissão sem justa causa. Além disso, os trabalhadores também podem usar esse dinheiro para adquirir a tão sonhada casa própria, ou para comprar material de construção para reformar ou ampliar um imóvel.

A Caixa Econômica Federal cobra uma taxa de juros sobre o valor, mas ela acaba sendo vantajosa porque é inferior à cobrada por outros bancos. O financiamento é oferecido exclusivamente para pessoas físicas, e a compra do material deve ser destinada para ampliar, concluir ou reformar um imóvel residencial.

Vale lembrar que recurso disponibilizado pela Caixa é limitado, ou seja, antes de solicitar o empréstimo, você precisa fazer uma lista dos materiais mais indispensáveis. Após o valor ser liberado, você recebe um cartão de débito Construcard-FGTS para comprar os itens necessários.

Passo a passo para liberar o FGTS

fgts-material-de-construcao

Veja agora quas são os procedimentos que deve ser seguidos para você utilizar o FGTS para comprar material de construção.

1. Consulte o valor disponível no FGTS

Para realizar essa consulta é necessário ir até uma agência da Caixa Econômica Federal e saber o total disponibilizado para essa finalidade. Você também pode consultar o saldo pelo celular. Para saber como funciona essa operação, clique aqui.

2. Contrate um profissional de arquitetura

Antes de liberar o valor para a compra do material de construção, a Caixa exige que seja apresentado um projeto da obra, feito por um profissional qualificado.… Clique para ler o texto completo

Como utilizar o FGTS para comprar terreno

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, conhecido popularmente por FGTS, é um direito que todo trabalhador de carteira assinada possui. De acordo com a lei brasileira, empresas e instituições têm por obrigação depositar 8% do valor do salário dos seus empregados em uma conta, em nome do profissional, na Caixa Econômica Federal. Esse recurso poderá ser utilizado em alguns casos especiais, como as situações a seguir:

  • Demissão sem justa causa
  • Compra da casa própria nova
  • Compra da casa própria usada
  • Compra de terreno
  • Reforma ou ampliação de imóvel
  • Situações de emergência causadas por desastres naturais

As regras para que esse dinheiro possa ser sacado pelo trabalhador variam de acordo com cada ocasião, sendo necessário preencher alguns requisitos básicos. Para utilizar o FGTS para comprar um terreno, você tem diversas opções disponibilizadas pela Caixa. Veja como funciona.

Como funciona o financiamento para terreno

comprar-terreno-fgts

A Caixa disponibiliza a possibilidade do trabalhador brasileiro obter financiamento para a compra de terreno para moradia própria. O FGTS pode ser utilizado para financiar até 90% do valor total do bem.  No entanto, a parcela não pode ser superior a 30% da renda total da família.

O financiamento para terrenos é feito através do Sistema Financeiro de Habitação, com taxa de juros a partir de 5% ao ano. As famílias com renda bruta mensal de até R$ 3.600,00 possuem descontos especiais nas linhas de crédito.

Regras para obter financiamento para terreno

No caso do financiamento para terrenos, você precisa atender a algumas regras estabelecidas pela Caixa.… Clique para ler o texto completo