Como cancelar o crédito automático do FGTS 2019

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ganhou duas modalidades novas de saque recentemente, e o saque imediato (saque de até R$ 500,00) logo poderá ser aproveitado pela população.

Muita gente está se preparando para ir até a rede Caixa Econômica Federal para realizar esses saques, mas quem é correntista deste banco pode solicitar o cancelamento do depósito.

Veja neste post o que é necessário para cancelar o crédito automático do FGTS 2019.


Como funciona o crédito automático do FGTS 2019

O crédito automático do FGTS 2019 tem a função de facilitar o saque para as pessoas que têm uma conta poupança na Caixa Econômica Federal.

Com ele, o fundo de garantia é mandado diretamente para essa poupança, ou seja, cada conta inativa ou ativa do FGTS tem os R$ 500,00 automaticamente depositados na conta do cliente da Caixa.

Essa alternativa nem precisa ser ativada pelo cliente da Caixa Econômica Federal: quem tem uma conta poupança já está automaticamente no crédito automático.

Essas pessoas também receberão o FGTS 2019 mais cedo que os demais cidadãos.

Como funciona o crédito automático do FGTS 2019


O crédito automático é válido para qual modalidade do FGTS?

O crédito automático do FGTS 2019 será oferecido a quem tiver até R$ 500,00 para sacar das suas contas do fundo de garantia.

Aliás, sempre que o cidadão observar a referência ao FGTS deste ano, será a modalidade de “saque imediato”, uma vez que o outro tipo saque novo (saque-aniversário) só poderá ser feito a partir de 2020.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

Todos os brasileiros com saldo de FGTS poderão sacar esse dinheiro entre setembro de 2019 e março de 2020, inclusive os não-correntistas da Caixa Econômica Federal.

Aliás, para esse público, a dinâmica do saque é mais fácil porque se assemelha muito àquela já usada atualmente.

Sendo assim, veja neste artigo como fazer o saque do FGTS 2019 para que não tem conta no banco.


Diferenças entre saque do FGTS 2019 e saque de aniversário do FGTS

Como funciona o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

O FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa é igual aos saques oferecidos aos correntistas: a única mudança é na forma de movimentar esse dinheiro.

O primeiro tipo de saque é o imediato – ou o de até R$ 500,00. Essa quantia poderá ser usada pelo trabalhador a partir de outubro.

O outro tipo de saque disponível é o saque aniversário, mas este apenas começara em abril de 2020.

Nesse caso, o cidadão que se cadastrar na Caixa Econômica poderá sacar uma fração do fundo de garantia todos os anos, no mês do seu aniversário.

Com relação ao saque imediato, muita gente já se deparou com notícias dizendo que ele começaria em setembro e isso é verdade, mas apenas para quem é correntista.

Para o restante da população, os primeiros depósitos serão feitos em outubro.


Como fazer o saque do FGTS 2019 para não-correntistas da Caixa

A pessoa que não tem conta na Caixa pode fazer o saque do FGTS 2019 indo a uma lotérica com o seu Cartão Cidadão, número NIS/PIS/PASEP e documento de identidade.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O FGTS terá o saque simplificado para os correntistas da Caixa Econômica Federal.

Isso se deverá a possibilidade de autorizar o crédito automático, o que dispensará a ida do cidadão à lotérica ou à agência.

Além de dar comodidade aos milhões de brasileiros que têm uma conta na Caixa, esses saques especiais também servirão para manter as agências menos cheias.

Veja neste artigo como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa.


Diferenças do saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

Como funciona o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa destaca-se pela possibilidade de ser automático, ou seja, o valor é enviado para a poupança ou para a conta corrente da pessoa que desejar.

No extrato, o cliente poderá visualizar quando esse fundo de garantia estará depositado.

Para os usuários da conta poupança, esse depósito fica ativado automaticamente: basta ter saldo de FGTS e uma conta desse tipo na Caixa para que o dinheiro seja creditado.

Se o cliente do banco tem conta corrente, ele deverá fazer a autorização antes.

Com relação aos não correntistas, estes terão de realizar o saque manual em qualquer casa lotérica ou agência.


Como autorizar o saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa

O saque do FGTS 2019 para correntistas da Caixa só precisará ser autorizado quando se tratar de conta corrente.

Para a autorização, é preciso seguir as instruções abaixo:

  • O correntista acessa o seu Internet Banking pelo app da Caixa ou pelo seu site clicando aqui;
  • Fornece sua identificação de usuário;
  • Clica em “Autorizo creditar”.
Clique para ler o texto completo

Quem tem direito a fazer o saque do FGTS 2019

Muitas pessoas estão animadas com o saque do FGTS 2019, isso porque a quantia poderá ajudar a fazer um passeio, a comprar algo e, principalmente, a pagar algumas dívidas.

Esse primeiro novo saque instituído pelo governo é muito abrangente e, neste texto, você fica sabendo quem tem direito a fazer o saque do Fundo de Garantia em 2019.

Quem tem direito a fazer o saque do FGTS 2019


Diferença entre saque FGTS 2019 e saque aniversário do FGTS

Ao explicar sobre o direito ao saque do FGTS 2019, fala-se estritamente do saque de até R$ 500,00 ou, como a Caixa Econômica Federal o chama, do “saque imediato”.

É claro que muita gente pode perguntar se o saque aniversário será deixado de fora, mas não: é que esses saques só estarão disponíveis em 2020.

É verdade que os trabalhadores também terão a escolha de fazer o saque de uma porcentagem do fundo de garantia no seu mês de aniversário, mas isso só será possível de abril do ano que vem em diante.

Dessa forma, o “saque do FGTS 2019” corresponde apenas ao saque de R$500,00.


Quem tem direito ao saque do FGTS 2019

O direito ao saque do FGTS 2019 é bem amplo: quase todos os trabalhadores poderão retirar seus R$ 500,00 ou menos.

Isso porque esse saque será destinado a quem tem conta inativa ou ativa, com a ressalva de que se trata de R$ 500,00 por cada uma, ou seja, o trabalhador pode acabar sacando bem mais que esse valor.

Para explicar mais claramente, o cidadão deve saber o que é a conta inativa e a conta ativa.… Clique para ler o texto completo

Como funcionam as regras do saque aniversário do FGTS

O saque aniversário do FGTS é a nova forma de utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço a partir de 2020.

O valor será como um tipo de “presente” do governo federal: todo mês de aniversário, o trabalhador terá o direito a sacar uma parcela e esta será definida com base no saldo da conta ativa.

É fácil notar a grande quantidade de dúvidas e, para saná-las, descubra neste artigo como funcionam as regras do saque aniversario do FGTS.

Como funcionam as regras do saque aniversário do FGTS


Valor do saque aniversário do FGTS

As regras do saque de aniversário do FGTS estabelecem que o trabalhador possa retirar uma porcentagem do que está em todas as suas contas.

Além da porcentagem, a Caixa Econômica Federal também pagará uma parcela adicional para quem tiver saldo acima de R$ 500,00.

Para chegar ao valor do saque aniversário, o beneficiário deve seguir o protocolo abaixo:

  • Em primeiro lugar, o trabalhador tem de saber todas as contas de FGTS e o saldo total delas;
  • Acessando aqui, ele localiza a sua faixa de saldo e aplica a porcentagem;
  • Se o saldo for maior que R$ 500,00, ele também soma a parcela adicional e, com isso, saberá quanto sacar.

Por exemplo: se uma pessoa tem R$ 700,00 totais de fundo de garantia a sacar, a porcentagem aplicada será de 20%, ou seja, o saque aniversário será de R$ 140,00.

Já a parcela adicional será de R$ 650,00 e, assim, o trabalhador sacará, ao todo, R$ 790,00.

É necessário reforçar que o saldo menor que R$ 500,00 não tem direito à parcela adicional.… Clique para ler o texto completo

Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019

O novo saque do FGTS tem deixado alguns correntistas da Caixa Econômica Federal um pouco confusos com relação ao crédito automático, além das dúvidas comuns a todos sobre a quantia a ser liberada para cada um.

Veja neste artigo como autorizar o crédito automático do FGTS para conta corrente e como esse crédito funcionará.


Como funciona o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente

O crédito automático do FGTS para conta corrente evita que o trabalhador tenha de buscar a Caixa Econômica Federal para realizar o saque imediato.

Se o correntista permitir, o banco manda a quantia diretamente para a sua conta e ainda especifica ao cliente o dia exato.

Muitas pessoas já ouviram falar do crédito automático em conta poupança, mas não sabiam que havia a possibilidade de habilitar o crédito na conta corrente também.

A diferença é:

  • Na conta poupança, o crédito é autorizado sem a ação do correntista;
  • Na conta corrente, o crédito precisa da autorização do correntista.

Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019


Como autorizar o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente

Para autorizar o crédito automático do FGTS 2019 para conta corrente, o usuário da Caixa Econômica Federal deve ir até uma agência ou usar o método virtual, conforme descrito abaixo:

  • Abra o Internet Banking da Caixa clicando aqui;
  • Insira o usuário;
  • Abaixo das informações sobre o saldo de FGTS 2019, haverá a opção “Crédito em conta”;
  • Basta selecionar a caixa “Autorizo creditar saldo”.

O processo acima também pode ser feito pelo aplicativo de FGTS da Caixa Econômica Federal, e ele tem de ser baixado na Apple Store ou na Google Play Store.… Clique para ler o texto completo

Como funcionam as regras de saque do FGTS 2019

Milhões de trabalhadores estão às vésperas de poder fazer o saque do FGTS 2019.

A ansiedade é porque, a partir de setembro, os cidadãos de todo o país poderão retirar até R$ 500,00 de cada uma das suas contas de fundo de garantia, e é importante compreender devidamente como esse saque será disponibilizado e todos os direitos do trabalhador.

E neste artigo você verá como funcionam as regras de saque do FGTS 2019.


FGTS 2019

FGTS 2019

As regras de saque do FGTS 2019 visam organizar a dinâmica para sacar até R$ 500,00, opção que será possível entre setembro de 2019 e março de 2020.

Esse saldo faz parte das novas medidas tomadas pelo governo de Jair Bolsonaro para que a circulação de verba no país fique mais acentuada.

Na prática, as regras mencionadas só permitem que a Caixa Econômica Federal não fique abarrotada com esses saques, além de os cidadãos mesmos conseguirem retirar o dinheiro com toda a rapidez e comodidade.

Há poucas regras para os trabalhadores sacarem o FGTS em 2019: basicamente, elas se limitam ao calendário e ao limite por cada conta.


Quem tem direito a sacar o FGTS 2019

O funcionamento das regras de saque do FGTS 2019 (ou saque imediato) é simples: todo trabalhador que tenha até R$ 500,00 em sua conta do fundo de garantia pode retirar o dinheiro na Caixa Econômica Federal.

O direito abrange os que estão com as contas inativa também: estas são as contas referentes a antigos empregos.

Por outro lado, as contas ativas são aquelas nas quais o empregador atual está fazendo os depósitos de fundo de garantia.… Clique para ler o texto completo

Como funciona o cálculo de rescisão com FGTS

Confiras as instruções e entenda como são estabelecidas as regras do cálculo rescisão FGTS

Quem sai de uma empresa tem direito a receber diversas coisas; porém, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) só é contabilizado na rescisão quando se trata de demissão sem justa causa.

Os profissionais que preparam os cálculos da rescisão trabalhista são os contadores ou os que assumem as tarefas de Recursos Humanos, mas é sempre bom que o próprio trabalhador entenda um pouco de como tudo isso acontece.

Sendo assim, entenda aqui como funciona o cálculo de rescisão com FGTS.


Como o FGTS compõe a rescisão do contrato

Como funciona o cálculo de rescisão com FGTS

O cálculo de rescisão com FGTS é bem simples de ser entendido e, tradicionalmente, o trabalhador recebe 40% do que foi recolhido pela empresa.

Por exemplo: uma pessoa que trabalhou por 8 anos em determinado lugar e, ao todo, teve R$ 14.000,00 de FGTS recolhido receberá, na sua rescisão, R$ 7.200,00.

Porém, os trabalhadores que saem do emprego a partir de 2019 podem ter outra perspectiva relacionada ao uso do seu fundo de garantia.

A opção é o indivíduo ser liberado para sacar 80% do fundo de garantia e os demais 20% são pagos pela empresa.

Usando de novo o exemplo da pessoa que tinha R$ 18.000,00 de FGTS recolhido pelo empregador atual: seria possível sacar R$ 14.400,00 e os R$ 3.600,00 que faltariam para 100% do fundo de garantia seriam pagos pela empresa.

A perspectiva de a pessoa recém-desligada do emprego receber o dobro de FGTS é bem tentadora, mas tem o contraponto de o trabalhador abrir mão do seguro desemprego.… Clique para ler o texto completo

O que é FGTS retido?

Confira as informações sobre o FGTS retido e saiba como fazer a consulta do benefício

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) tem sido o alvo de muitas discussões por causa das mudanças anunciadas recentemente pelo governo federal.

No entanto, as dúvidas referentes ao FGTS não são uma novidade: sempre houve trabalhadores confusos com relação ao que podem sacar e quando e uma das razões de dúvida é o FGTS retido.

Entenda do que se trata e como os cidadãos podem consultá-lo.


Como funciona o FGTS retido

O FGTS retido é aquele que o trabalhador não pode sacar por algum motivo.

Por exemplo, o cidadão que foi mandado embora por justa causa não pode retirar fundo de garantia, nem mesmo os 40% de multa. Nesse caso, o valor do fundo está retido.

Quem saca 40% de multa do FGTS porque saiu da empresa sem justa causa terá 60% do valor retido, já que só poderá sacar posteriormente.

É necessário dizer que o trabalhador, em algum momento, poderá sacar o dinheiro porque é um direito garantido: a diferença é que, quando o fundo de garantia está retido, ele demora mais para ser disponibilizado.

Como funciona o FGTS retido


Como é feito o pagamento do FGTS retido?

Todo o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é formado com os depósitos que o empregador faz no PIS/PASEP do trabalhador. Inclusive, esses depósitos são fixos: sempre 8% do salário bruto do indivíduo.

Esse recolhimento ocorre para todos os trabalhadores registrados e também para os jovens aprendizes; às vezes, até os estagiários podem ter o FGTS pago pela empresa.… Clique para ler o texto completo

Como tirar a CND do FGTS

A Certidão Negativa de Débitos, ou CND FGTS, é uma documentação imprescindível para que as pessoas jurídicas provem que estão fazendo os pagamentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Este é um direito de todo trabalhador registrado, inclusive do jovem aprendiz, e a empresa que não o respeita pode sofrer punições, além de um processo trabalhista por parte dos funcionários afetados.

Descubra aqui como tirar a CND do FGTS.


Quando a empresa precisa da CND do FGTS?

A pessoa jurídica em questão deve emitir a sua CND FGTS sempre que precisar provar que está em situação regular.

Um contexto em que, comumente, esse documento é necessário é quando se concorre a uma licitação pública: somente empresas totalmente idôneas têm permissão para prestar serviços ao governo.

Na venda da empresa ou de uma parte de suas ações também é costume providenciar a CND do fundo de garantia: afinal, muitos empresários não querem ter parte em uma companhia que está devendo aos trabalhadores e pode ser processada.

Falando em processo, esta situação também motiva os empreendedores a pedir a Certidão Negativa de Débitos: se um funcionário mover um processo, mas a empresa está em dia com o pagamento do FGTS, ela pode solicitar essa CND para usar como prova a seu favor.

Como tirar a CND do FGTS


Como tirar a CND do FGTS

A CND do FGTS é entregue pela Caixa Econômica Federal, que é a instituição pública que coordena quase tudo relacionado ao fundo de garantia.

Todo empresário que tem colaborador registrado pode provar a sua regularidade assim:

  • Acessando a Consulta de Regularidade do Empregador aqui;
  • Escolhendo o Estado;
  • Escolhendo entre identificação CEI ou CNPJ e colocando o número;
  • Clicando em “Consultar”

Se a empresa correspondente ao CEI ou CNPJ realmente está com o pagamento do fundo de garantia regular para todos os seus funcionários, a Certidão Negativa de Débitos será exibida e pode ser impressa.… Clique para ler o texto completo