Como sacar o FGTS de contas inativas no exterior

A partir de 10 de março de 2017, o FGTS de contas inativas fica disponível para quem encerrou o contrato de trabalho até 31 de dezembro de 2015, seja pedindo demissão ou sendo demitido com justa causa.


A Caixa estima que 30 milhões de brasileiros devem sacar os R$ 43 bilhões disponíveis. O dinheiro pode ser utilizado para qualquer finalidade, e a expectativa do governo é que uma boa parcela desta quantia seja injetada na economia do país.

Saque do FGTS inativo no exterior

Se você mora no exterior e possui FGTS inativo, também é possível receber o valor disponibilizado pela Caixa. Contudo, as regras são diferentes para correntistas e não correntistas. Entenda como funciona:

Correntistas

Caso você tenha conta corrente ou poupança na Caixa, basta informar ao banco que deseja receber o saldo do FGTS através de uma transferência automática. O processo é feito diretamente com o banco, sem a necessidade de comparecer ao consulado brasileiro do país onde você se encontra.

Não correntistas

Já se você não é correntista, o procedimento para sacar o FGTS é um pouco mais burocrático. Veja o passo a passo:

1. Primeiro você precisa imprimir e preencher o formulário de solicitação de saque do FGTS. Ele fica disponível neste link.

2. Em seguida, você deve ir ao consulado brasileiro para apresentar o formulário e os documentos necessários para liberar o saque. A documentação solicitada pelo cônsul consiste em:

  • Carteira de Identidade, passaporte ou outro documento de identificação permitido legalmente.
  • Extrato da conta vinculada ao FGTS ou um documento que seja válido para identificar a conta.
  • Numero do PIS/PASEP.

Você pode ver a lista de consulados brasileiros que recebem a documentação aqui.

Como preencher o formulário de saque

A Caixa fornece orientações para você preencher o formulário de saque corretamente. Confira os procedimentos:

Seção 1 – Identificação do Trabalhador

  • Nome do Trabalhador – caso tenha havido mudança de nome, será preciso apresentar no consulado a Certidão de Casamento original ou outra documentação que comprove a alteração.
  • Data de nascimento.
  • Número completo e válido do PIS/PASEP.
  • Numero e série da Carteira de Trabalho.
  • Número do documento de identidade.
  • Número do CPF.
  • E-mail – o retorno da análise do pedido do saque será enviado para este endereço.
  • Pensão alimentícia – indicar o percentual que você paga, se for o caso.
  • Observações – se houver apontamentos importantes, use este campo para registrar.

Seção 2 – Identificação do(s) vínculo(s) empregatício(s)

  • Nome do empregador – inserir o nome/razão social.
  • CNPJ ou o CEI (Cadastro de Empregador Individual) do empregador.
  • Data da admissão.
  • Data do desligamento.
  • Motivo – indicar o motivo que justifique o pedido de saque; neste caso, saque de contas inativas do FGTS.

Seção 3 – Informações bancárias para crédito no Brasil

Nome do titular da conta no Brasil – informar o nome do titular da conta corrente no Brasil autorizado a receber o valor do FGTS. Se você não tem conta no Brasil, é possível indicar a de um familiar ou pessoa de confiança.

Documento de identidade – número do documento de identidade do titular da conta no Brasil.

CPF – número do CPF do titular da conta no Brasil.

E-mail – este e-mail será utilizado para receber eventuais comunicados da Caixa.

Endereço no Brasil – endereço completo do destinatário do valor do FGTS no Brasil.

Telefone – telefone do destinatário do valor do Fundo de Garantia no Brasil.

Banco – indicar o banco que vai receber o dinheiro.

Agência – informar a agência da conta que vai receber a quantia.

Operação e número da conta corrente – caso haja necessidade, informar o código da operação e o número completo da conta que vai receber o FGTS.

Assinatura/impressão digital do sacador – você deve registrar sua assinatura e impressão digital na presença da Autoridade Consular do país onde você reside.

Assinatura do Representante Consular – registro do responsável do consulado que recebeu o seu pedido de saque.

Para uso da Repartição Diplomática – neste espaço, o consulado vai indicar a data do recebimento do dinheiro. A quantia pode ser liberada em até 15 dias úteis após o pedido.

Calendário de saque do FGTS inativo

Abaixo você pode conferir o calendário de saques das contas inativas do FGTS oficial.

  • Nascidos em janeiro e fevereiro: saque a partir de 10 de março
  • Nascidos em março, abril e maio: saque a partir de 10 de abril
  • Nascidos em junho, julho e agosto: saque a partir de 12 de maio
  • Nascidos em setembro, outubro e novembro: saque a partir de 16 de junho
  • Nascidos em dezembro: saque a partir de 14 de julho

Importante: caso você perca as datas de saque correspondentes ao seu mês de nascimento, é possível receber o FGTS posteriormente. Mas o prazo final para todas as pessoas é 31 de julho de 2017.

Você acabou de conferir as informações de saque do FGTS inativo no exterior. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso você tenha alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Sobre o site

Caixa FGTS

O Caixa FGTS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Caixa Econômica Federal. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Fundo de Garantia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *