Como funciona o PIS/Abono Salarial

Como o próprio nome sugere, o Programa de Integração Social (PIS) tem o objetivo de promover uma integração do funcionário nas empresas, de forma que a renda nacional seja melhor distribuída entre todos os trabalhadores brasileiros.


No entanto, muitas pessoas ainda não sabem ao certo do que se trata o PIS e quais são suas funcionalidades. Algumas até têm direito a receber, mas acabam perdendo o benefício por falta de conhecimento.  Se você está nessa situação, confira este texto até o final, pois vamos explicar de maneira simples e clara como funciona o PIS.


O que é o PIS

O PIS se trata de uma forma de contribuição das empresas que é paga mensalmente ao governo.  Ele nada mais é do que um Fundo de Garantia para caso o empregado seja demitido sem causa justa. Assim, ele terá a garantia de se manter financeiramente por um tempo até que consiga arranjar um novo emprego.

Parte da contribuição feita pela empresa é destinada ao Governo Federal, que tem como finalidade financiar programas de desenvolvimento econômico e ajudar na integração dos benefícios do trabalhador, como o seguro-desemprego e o abono salarial anual.


PIS/Abono Salarial: como receber

Como funciona o PIS/Abono Salarial

O abono salarial é como se fosse um décimo quarto salário, pago sempre em uma data fixa escolhida pela Caixa Econômica Federal. Ele possui o valor de um salário mínimo. No entanto, para receber esse direito, o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:

A média da remuneração anual deve ser até dois salários mínimos;

⇒ O trabalhador deve ter trabalhado pelo menos seis meses com vínculo empregatício;

⇒ O trabalhador precisa ser cadastrado no PIS;

⇒ O trabalhador precisa ter cadastrado seus dados na Relação Anual das Informações Socais (RAIS) no ano anterior.


Qual é o valor do PIS

O cálculo do valor do PIS é feito da seguinte maneira: suponha que durante o ano de 2016 você tenha recebido um salário mínimo de R$880,00 durante 6 meses. Sendo assim, o total de salário que você recebeu foi de R$5.280,00, que será dividido pelos doze meses como uma média. O valor do PIS será de R$440,00.


Como descobrir o número do PIS

Consultar o PIS na Carteira de Trabalho

Antes de você receber o benefício, você deve saber qual é o número do PIS, pois ele é necessário para você conseguir consultar o seu saldo. Este número é facilmente identificado logo na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), que é sempre igual mesmo se a carteira for substituída.

O número do PIS encontra-se na primeira página da CTPS. Ele possui de dez a onze dígitos e encontra-se em negrito. Se for o caso de carteiras mais antigas, o número vai estar nas páginas finais do documento.

Consultar o PIS pelo telefone

Além disso, há a possibilidade de saber o número através de telefone, realizando uma ligação totalmente gratuita através do número: 0800 726 0207. Para ouvir a numeração, basta seguir as instruções do atendimento eletrônico.

Consultar o PIS pelo Cartão do Cidadão

O número do PIS também está disponível no Cartão do Cidadão. Basta verificar os dígitos no cartão.

Consultar o PIS na empresa

Se alguma das tentativas acima não estiverem ao seu alcance, é possível consultar a área de Recursos Humanos na empresa que você trabalha. Caso queira consultar o PIS através do seu CPF, poderá também se direcionar a uma agência da Caixa Econômica.


Como sacar o PIS

Correntistas da Caixa

Caso você tenha uma conta corrente ou conta poupança na Caixa, é possível receber o benefício direto na sua conta, sem precisar fazer um requerimento.

Não-correntistas da Caixa

Para quem não é correntista, é necessário comparecer ao atendimento da Caixa e apresentar o número do seu PIS. Além disso, outra opção é fazer o saque do valor em uma casa lotérica. Neste caso, basta apresentar o seu cartão cidadão.


Calendário do PIS

Os pagamentos do benefício são determinados através do calendário do PIS. Para receber o valor, basta consultar a tabela e verificar quando o seu saldo PIS estará disponível para saque. Os saques são determinados de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.


PIS de Pessoas Físicas

Quem teve a carteira assinada por pessoas físicas, infelizmente não tem o direito desse benefício, uma vez que ele só é válido quando pessoas jurídicas assinam.

Você acabou de conferir as informações sobre como funciona o PIS. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos. E se você ficou com alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Sobre o site

Caixa FGTS

O Caixa FGTS é um site não-oficial e não possui qualquer vínculo com o Caixa Econômica Federal. A página tem como objetivo informar e esclarecer dúvidas sobre o Fundo de Garantia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *